Coloque o seu telemóvel na vertical para navegar no site.

Coloque o seu telemóvel na vertical para navegar no site.

Segurança na Estrada

Qual a idade recomendada para deixar de conduzir?

Identificar quando deve desistir da licença de condução

Não existe uma idade legalmente identificada para deixar de conduzir. No entanto, pode decidir quando parar enquanto não tiver qualquer condição médica que afete a sua condução. Descubra de que forma as alterações na sua saúde podem afetar a sua condução e como desistir da sua licença, se necessário.

O que precisa de ter em consideração enquanto condutor sénior

Pode ser complicado perceber quando deve parar de conduzir, a não ser que a sua saúde e visão piorem repentinamente. O fator mais importante a considerar é o da sua segurança e a dos outros. Se está preocupado/a que a sua condução não seja tão segura como antes, não espere por um acidente para parar. Nós ajudamo-lo a identificar a perda de autonomia após os 70 anos, através de alguns sinais do envelhecimento natural.

Poderá ser a altura de deixar de conduzir, se:

  • A sua capacidade de reação está visivelmente mais lenta;

  • Acha as condições de tráfego cada vez mais stressantes;

  • A sua visão está a piorar;

  • Tem uma condição médica que afeta a sua capacidade de conduzir com segurança.

Condições médicas e condução

A partir dos 60 anos é necessário efetuar exames médicos para renovar a carta de condução e, aquando da revalidação da mesma, deve informar o IMT sobre quaisquer condições médicas que possam afetar a sua capacidade de conduzir em segurança. Pode tratar-se de condições de saúde que façam parte do seu histórico e que se tenham agravado ou situações novas.

O seu seguro pode não cobrir os danos de um acidente em que tenha estado envolvido e no qual a sua condição de saúde tenha sido um fator subjacente.

O efeito de medicamentos prescritos na condução

Se está sob medicação prescrita, pergunte ao seu médico se essa medicação pode afetar a sua condução. Alguns medicamentos podem causar sonolência, tonturas ou dificuldade de concentração.

Até os medicamentos mais comuns, como os analgésicos ou os comprimidos para a gripe e constipações, podem afetar a sua condução. 
Verifique sempre o folheto informativo do medicamento ou pergunte ao seu farmacêutico mais informações.

A visão e condução

Deve ser visível e, por isso, deve conseguir-se ler um número de uma matrícula a 20,5 metros de distância. Se precisa de óculos ou lentes de contato para ver ao longe, certifique-se que os utiliza sempre que conduzir.

À medida que a sua idade avança, a sua visão altera-se sem se aperceber. Fazendo exames oftalmológicos regulares, o seu oftalmologista será capaz de detetar sinais precoces de certas condições que afetam a sua capacidade de condução. Estas condições podem ser:

  • Cataratas;
  • Glaucoma;
  • Diabetes.


Se sentir que a sua visão está a mudar, consulte um especialista em oftalmologia, que lhe indicará se será necessário informar o IMTT de alguma alteração na sua condição de saúde.

Conduzir se tiver cataratas

Se tem cataratas, mas ainda tem uma visão aceitável para conduzir, deve evitar conduzir à noite ou com luz solar é muito intensa

Ajuda com deficiências ou incapacidade de conduzir

Se a condução não é fácil devido à mobilidade reduzida ou condicionada, pode adaptar o seu veículo. Poderá ser necessária a instalação de uma rampa ou de um elevador para o ajudar a entrar e sair do seu veículo.

Como obter uma avaliação da sua capacidade de condução

Se está preocupado com a sua aptidão para conduzir, consulte o seu médico ou outro profissional especializado de saúde. 
Poderá também recorrer a um instrutor de condução ou a um motorista experiente para obter uma avaliação objetiva (e confidencial) sobre as suas capacidades de condução. Poderá ainda marcar um teste através do IMTT.

O que fazer quando decide deixar de conduzir?

Se decidir parar de conduzir, deverá contactar o IMTT e informar que pretende cancelar a sua licença de condução (carta). O IMTT informar-lhe-á de como deverá proceder de seguida.

Viajar e deslocar-se após parar de conduzir

Parar de conduzir não significa necessariamente o fim da sua mobilidade e independência. Poderá continuar a deslocar-se e a viajar utilizando os transportes públicos.

À medida que a sua idade vai avançando, poderá usufruir de tarifas mais vantajosas nos transportes.

O conteúdo é meramente informativo e não dispensa a consulta das normas legais associadas

Artigos relacionados

  • Conduzir em segurança no inverno

    As condições atmosféricas que se verificam no outono e no inverno dificultam bastante a condução. A chuva, a neve, o gelo e o nevoeiro provocam má visibilidade e perda de aderência à estrada, por isso exigem a máxima vigilância do condutor.

  • 10 dicas de prevenção rodoviária

    Ajude a evitar os acidentes na estrada!
    Fatores como a velocidade, distância de segurança e cansaço influenciam a sua segurança.
    Damos-lhe 10 dicas essenciais para uma condução segura.

  • Montagem e utilização das cadeirinhas no automóvel

    De acordo com o artigo 55.º do Código da Estrada, as crianças com menos de 12 anos de idade e menos de 135 cm de altura transportadas em automóveis equipados com cintos de segurança, devem ser seguras por sistema de retenção homologado e adaptado ao seu tamanho e peso.