Dicas para uma gestão financeira mais segura

Tomar certas precauções e realizar simples ações é importante para assegurar a sua proteção financeira, garantindo a segurança dos seus pagamentos e da sua informação bancária.

Dados bancários

  •  Nunca partilhe os códigos de acesso das suas contas bancárias, e faça uma atualização regular das suas palavras-passe. Evite códigos muito simples e lembre-se de fechar a janela do site do seu banco após a utilização.
  • Verifique regularmente o seu extrato de conta: muitas vezes podem aparecer operações na sua conta com montantes diferentes, que podem passar despercebidos.
  • No caso de ainda receber correspondência bancária por correio, rasgue e/ou rasure a mesma antes de deitar fora, de modo a evitar os roubos de identidade.

Cheques

Comece a escrever logo no início de cada linha para que nada possa ser adicionado antes. Lembre-se de completar as linhas, após o preenchimento dos dados, com um traço para que nada possa ser adicionado no espaço livre restante.

Cartão bancário

  • Não empreste o seu cartão de crédito e nunca revele o seu código pin. Digite-o discretamente quando estiver a pagar as suas compras ou a levantar dinheiro numa caixa de multibanco;
  • No caso de o seu cartão ficar retido numa ATM e se não tiver a oportunidade de o recuperar diretamente no balcão do banco, notifique de imediato o seu banco;
  • Se perdeu o seu cartão, ou se o mesmo tiver sido roubado, informe de imediato o seu banco através da linha de apoio 24h ou outro contacto. Mesmo sem a informação do PIN, é possível realizar transacções comerciais com o cartão através da Internet, pelo que é importante bloquear as eventuais operações pelo portador indevido;
  • Decore o seu criptograma (últimos 3 dígitos presentes no verso do cartão de crédito) e, em seguida, utilize um adesivo opaco para proteger a informação. Assim poderá  evitar que alguém possa vê-lo/a a utilizar o cartão, sem o seu conhecimento, para pagamentos à distância (Internet ou telefone).

As fraudes mais frequentes

  •  Roubo de identidade. Qualquer pessoa consegue recuperar as suas informações em caixotes de lixo, caixas de correio, redes sociais, entre outras. A partir da informação recolhida é possível contrair empréstimos em seu nome, abrir uma conta de depósito, entre outros;
  • Piratear o cartão bancário. É possível piratear o seu cartão de crédito a partir de uma ATM, da Internet ou de um prestador de serviços.

- A falsificação de um cartão de crédito pode ser efetuada através de aparelhos que têm um aspeto normal de pagamento por cartão, mas que têm uma alteração na ranhura, que copia as informações da barra magnética. Os dados adquiridos podem então ser utilizados para fazer uma cópia do seu cartão.

    
- A alteração do valor da compra é uma fraude que pode ser evitada facilmente, apenas necessita de confirmar o valor no ecrã, antes de efetuar o pagamento.

O conteúdo deste artigo é meramente informativo.