Conselhos para os Pais

Ajude os seus filhos a utilizarem a internet em segurança, ensinando-lhe algumas regras.

Nome de Utilizador e password dos seus filhos

Acompanhe os seus filhos na criação de contas na internet, seja de e-mail, de redes sociais, entre outras. Ensine-os a tratarem as suas passwords e nomes de utilizador com muito cuidado, bem como as informações que protegem.

O nome de utilizador não deve ter nenhuma indicação do nome, localização ou mesmo da idade do seu filho. Uma password deve conter letras e números, sem indicar o seu nome e data de nascimento.

Controlo parental

O controlo parental permite proteger os seus filhos de determinados conteúdos e imagens que não são adequadas às suas idades e que podem chocar. A ativação deste controlo no computador, tablet ou telemóvel é essencial para a segurança dos seus filhos enquanto navegam na internet.

A maioria dos fornecedores de serviços de internet dispõe desta ferramenta. Os programas de controlo parental são na maioria grátis, eficientes e simples de usar. No entanto, o controlo parental não é suficiente e não deve impedi-lo de monitorizar a navegação dos seus filhos na internet.

Computadores, tablets e laptops numa sala comum

Para que possa controlar o tempo e sites em que os seus filhos navegam na internet, o ideal é colocar o computador, tablet ou laptop numa sala comum onde seja fácil observá-los, colocar questões e manter o diálogo constante.

Sugerimos que verifique com regularidade o histórico da internet nos vários dispositivos a que os seus filhos acedem.

Sistema de classificação etária (PEGI)

O sistema de classificação etária, o "Pan-European Game Information - PEGI" é um sistema que ajuda os pais a tomarem decisões informadas no momento da aquisição de jogos de computador.

Este sistema permite identificar os jogos mais apropriados para a idade dos seus filhos, através de características bem definidas tais como o nível de violência verbal, violência física ou até mesmo se o jogo ou filme é assustador ou não… É essencial respeitar esta classificação para proteger seus filhos de imagens ou palavras que poderiam ser ofensivas e/ou chocantes.

Desenvolver o espírito crítico nas crianças

Para que os seus filhos se tornem utilizadores de Internet responsáveis, é importante desenvolver o sentido crítico.
Incentive-os a questionarem os resultados das pesquisas, sobre indivíduos ou sitesque desejam entrar em contato com eles, sobre as imagens que veem e as informações que recebem.

O que partilhar online

É importante ensinar aos seus filhos a diferença entre o que é informação pública e informação privada, o que pode e o que não pode ser partilhado. A informação privada não deve ser partilhada na internet sem a sua permissão, devendo falar consigo antes de darem informação através de e-mails, mensagens, formulários de registo, perfis pessoais, concursos online, etc.

Esteja atento à informação que permita identificar os seus filhos e que não deve ser partilhada, como por exemplo o nome completo, nome da escola, cidade onde vivem, entre outras.

Atenção aos “amigos online”

Ensine os seus filhos a nunca se encontrarem cara a cara com alguém que só conheceram online. Os “amigos online’ às vezes fingem ser pessoas mais velhas ou mais novas do que verdadeiramente são e por vezes não são quem dizem ser. O melhor é comunicar apenas com amigos que conhecem pessoalmente.

Se preferir, bloqueie as salas de chat públicas e privadas, os fóruns ou áreas na internet que o põem desconfortável. Esse tipo de sites são um risco substancial, tanto para crianças como para adultos.

Cyberbullying

Fale com os seus filhos sobre comportamentos online éticos. Eles não devem usar a internet para intimidar e hostilizar uma pessoa (colega de escola, professores, ou mesmo pessoas desconhecidas), difamar, espalhar boatos, tratar mal as pessoas ou ameaçá-las.
Se os seus filhos são vitimas de cyberbullying, encoraje-os a falarem com um adulto de confiança e/ou pedir-lhe ajuda e conselhos.

O conteúdo deste artigo é meramente informativo.